Devaneios

Folhas inacabadas…

Tu és a memória do que passou,  ou melhor és a memória que esta ali no canto. Sim no canto,no canto da estante, escrito naquela folha.
Do que restou da tua passagem, do que sou agora sem ti?
Pergunta inacabada … O que será de mim sem ti?
Será sem chão, por uns tempos, a tua ausência notável após me mentalizar que foste e não estás mais aqui.
Não sei o que sou sem ti. Mas nunca deixo de ser eu,  eu própria,  aquela que era antes de apareceres e aquela depois da tua passagem.

A tua passagem, é uma folha inacabada do meu caderno,  uma página inacabada da minha vida.
Um motivo apenas um… Foste e sei que não voltas como pretendia.
Foste um, um que me marcou a minha historia de vida,  um que eu lutei dignamente pelo meu sentimento por ti.  Fi-lo porque te amei, amei muito,  e nao me vou cansar de o mencionar.
Hoje sem ti? Aprendo a ser uma menina sem aquele ombro que mencionava de meu. Aprendo a ser forte, quando me lembro de ti, quando vejo as nossas fotos,  quando te vejo por estas bandas. Aprendo a sorrir e a mentalizar me de que a vida continua com ou sem ti.

Obrigado por teres sido o rapaz que foste
Obrigada por teres me ajudado tanto
Um amote fica inacabado naquela folha!

A folha inacabada fica ao teu critério, de a concluires ou ate mesmo de a comecares, boa sorte!!