Devaneios

Amar como da primeira vez

Deixa-me olhar-te nos olhos e encontrar em ti tudo o que necessito para te amar como da primeira vez. Cada detalhe que foi fulcral para nós termos sido um acontecimento marcante na nossa história. Deixa-me ler o que os teus olhos dizem do que fomos, e do que ainda tenho a crença que no amanhã podemos voltar a ser.
Deixa-me achar nos dedos das tuas mãos o espaço que os meus preenchiam, e agora estão ausentes do espaço que nos completa. Ler os traços das tuas mãos a cada toque no meu corpo anseando por ser eu a mensagem que elas desejam transmitir. Deixa-me ver o traço dos teus lábios carnudos que tanto adoro, que tem capacidade de me comandarem sem desejar.
Ser eu a peça do puzzle para o toque dos lábios ser perfeito no encontro de dois corações ausentes porém tão apaixonados. Encontrar no teu corpo , o cálculo matemático e eu a regra de 3 simples no teu 1 + 1 resultando do casamento de nós dois.
Devaneios

Fala me

Fala-me ao ouvido tudo aquilo que eu desejo e anseio ouvir e tudo o que tanto anseias falar-me.
Não sejas cruel, ao ponto de me atraires para ti e do nada teres a capacidade absurda de me afastares totalmente de ti, enquanto conto as estrelas.
Diz-me que me queres do teu lado hoje e todos os dias, mas não me digas nunca que terei de ver o nosso fim alguma vez. Fala-me se fores capaz de dizeres tudo o que sentes sem mentiras e ilusões. Fala-me sorrindo que me amas, fala-me bem no ouvido até a minha pele se arrepiar com o teu toque.
Fala-me sem entraves, sem que te diga para parares. Olha-me nos olhos e fala-me o que lês neles.
Fala-me apenas de que ficarás comigo, que não te aborrecerás do meu feitio quando estiver naquela altura do mês ou que não vais embora há minima discussão.
Fala-me que me amas como te amo!
Devaneios

Preciso perder, para dar valor

Eles eram felizes, apesar da maneira estranha eles se completavam. Não dizem que os opostos se atraem? Foi exatamente o caso daqueles dois seres humanos que se amavam.
Quando se conheceram , para ela era apenas um rapaz porque ela era tão frágil , ainda tinha muito pela frente até conseguir colar cada pedacinho do seu coração estilhaçado. E ele? Era lindo demais para poder ser dela, ela não conseguia acreditar que ele poderia ser seu se ela o quissesse.
Ele gostava dela, só ele o sabia e sabia que a única forma de concertar o que aquele canalha antes dele tinha feito, era ser o que nunca tinham sido para ela.
E ele foi tudo isso, ele conseguiu. Conseguiu o seu coração, conseguiu ver o primeiro sorriso sincero quando ela parou a olhar pra ele . Conseguiu ver as suas maças do rosto coradas por estar a seu lado. Todos os dias eu sonhava que um dia poderia estar do teu lado, com os nossos dedos entrelaçados e dizer que ele era meu para o mundo.
Mas enganei me, iludi-me uma vez mais…
Foi um dia naquele lanche que combinamos no café, que o deixei lá sozinho, após ter descoberto tudo o que ele preferiu esconder-me sempre. Apenas consigo perguntar me , onde falhei, onde pude acreditar tanto assim ? Como ele se pode aproveitar de mim.. Quando o deixei entrar no meu mundo, onde era pra ninguém entrar até ter certezas de que seria de confiança.
Eu amava-o e ele também. Mas o que mudou?
O que mudou para o seu olhar não ser mais o mesmo, mas sim um olhar vazio? Pra o seu abraço não ser mais o mesmo , era aquele que eu preferia sempre que corria para os seus braços, mas isso mudou. Ele era o meu dia, em todo o lado só nós , eu achava que estava tudo bem. O que mudou para que não atendesses mais as chamadas ao primeiro toque mas sim ao quarto ou quinto? Pra me evitares a todo o custo?
Começaste a não me ouvir quando eu me entusiamava, eu sabia, mas continuava a minha tagarelice porque sentia-me animada. Enquanto tu estavas no telemóvel, sabe-se lá a falar com quem, na verdade o meu coração chorava por dentro apercebendo-se da dor que me causavas,mas permanecia em silêncio pensando na melhor forma de ser capaz de tomar uma decisão.
A sair mais com os teus amigos dum dia para o outro, a ignorares a minha chamada, a minha mensagem de bom dia ou de boa noite, quando te chamava no corredor da escola, quando eu ia na tua casa.
Apenas pedia-te uma resposta para a tua ausência repentina , para a dor que me fazias sentir sempre que isso acontecia era como uma facada no coração, como se sentisse tudo há minha volta a ser como foi antes daquela vez estúpida em que tu surgiste e mudaste tudo… Que agora está de novo em mudança!
Precisavas que fosse eu a tomar esta decisão de deixar de sermos nós, pra ser apenas eu. Precisavas de me ver escolher caminhar sozinha do que contigo, precisavas de me ver ali no outro lado da rua ,vendo que estou em baixo para te mentalizares do quanto falhaste comigo. Precisavas… Mas agora esse teu arrependimento de que vale? Foram mentiras atrás de mentiras, como posso acreditar numa pessoa assim?
Dói, dói demais mas preciso de ser eu apenas , e tu seres tu. Não são 10 mensagens em 5 segundos que me farão perceber que existes ,quando pra ti eu deixei de existir e apenas fazia parte de ti quando não tinhas ninguém.
Agora perdeste a corrida, porque eu já não serei a mesma pessoa, contigo sem dúvida. Serei eu mesma, a enfrentar o mundo, a curar a ferida que deixaste marcada em mim pra sempre.
Devaneios

Simples palavras

Naquele livro que leio, encontro a nostalogia da essência da palavra amor. A que tantos falam e dizem ser a coisa mais linda de se sentir, mas eu desconheço-a.. Desconheço o que significa, desconheço o que é sentir isso que dizem que se sente. Agora ao ler cada pagina deste livro, penso, penso , se um dia terei a mesma sorte, se talvez poderei amar e ser amada capaz de me fazer sentir aquilo, as borboletas na barriga, o sorriso que surge do nada , a mensagem com capacidade de me fazer sorrir a qualquer instante, a saudade quando estás ausente e acima de tudo, o meu amor por ti.
Ou se a vida, será a inimiga da perfeita repetiçao da vida, um ciclo vicioso, em que as pessoas parecem felizes mas na verdade são infelizes sabes porque? Porque não estão totalmente completas, porque o ciclo vicioso é entristecedor, a rotina de casa trabalho casa, cansa, cansa e põe-nos numa nostalogia sem o minímo de importância.
Pergunto me como as pessoas percorrem todos os dias aquelas as ruas, nos seus carros ou transportes públicos para mais um dia que se repete no ciclo vicioso, que é as suas vidas. E de uma maneira que não se consegue explicar , ela comigo, mais uma vez encarrega-se de nos surpreender e fazer surgir na nossa frente,uma pessoa… A pessoa capaz de ser aquela que nunca vimos com os olhos que a vemos no momento. A pessoa que nos faz questionar se realmente é um sonho ou se nos faz querer desejar que nunca acabe o que tanto nos enche de felicidade e sentimento inexplicável. A pessoa que nos faz sorrir sem nos aperceber-mos. Que nos faz pensar a toda a hora em si, que tem a capacidade de permanecer sempre perto apesar de estar distante sem parecer.
São as simples palavras que me fizeram ver o quanto fazes me bem e nos completamos. És as minhas simples palavras que adoro ler naquele livro !
Devaneios

Sem ti, consigo ser alguém

Impressionante a forma que me levou a conhecer-te sem pedir, a forma como os meus olhos decidiram ficar grudados em ti mesmo quando eu queria olhar noutra direção porque os teus, esses encontravam os meus e as minhas bochechas pareciam arder como se fossem pegar fogo.
De forma radical , eu sentia que te conhecia de há tanto tempo atrás, sentia mesmo não é engraçado quando na verdade só te pré conheci naquele dia e hoje parece mais que já nem te conheço.
Tudo é diferente quando se conheçe aos poucos, quando se encontra a magia no olhar aquela mesma que nos fez ficar presos apenas com uma troca de olhares, quando percebemos que a pessoa é aquilo que na verdade desejávamos.
Porém nem tudo será sempre aquele conto de fadas que tanto que tanto gostamos certo? Na vida tudo é incerto e nada é devidamente certo, disso temos de estar conscientes porque hoje ela (a vida) dá-nos o que tanto nos alegra e amanhã? Ela encarrega-se de te o retirar de alguma maneira.
Vais sofrer é verdade, com ou sem a pessoa que fazias ser aquela que mais necessitavas. Vais ter a necessidade de te questionar vezes sem conta porque isso aconteceu, porque com vocês teve de ser assim quando tinham tudo pra dar certo ou apenas parecia que isso seria possível .
Mas vais ter a necessidade de necessitar dessa pessoa constantemente agora que já não a tens de forma carnal, era bom o sentimento não era? Só resta o vazio do seu lugar no lado que lhe competia, naquele lado da foto, naquele lado da cama, naquela forma de abraçar , naquela maneira de fazer sorrir. Tu, melhor que ninguém sabes o quanto isso te faz falta, mas e essa pessoa será que sente o mesmo que tu sentes dessa forma?
É a única forma de te dizer que agora é como se já não te conhecesse, é a pura realidade.
Tu , eu e nós sabemos disso. Somos cabeça dura e ossos complicados de roer , o que nos impede de querer reconhecer que talvez por mais pequeno que seja esta lá, mas bem la no fundo, aquilo que queremos que permaneça nesse lugar, no esquecimento.
Sem ti, sou capaz de ser alguém sabes porque? Porque sou capaz de dizer que de ti nunca dependi, que te amei mas não era tua, uma pessoa livre de outra pessoa livre. Porque sou capaz de ser eu , sem ter de olhar pra ti enquanto estás no fundo da rua ou verificar se estás naquela rede social e corrói me tanto não poder conversar contigo como conversava. Somos desconhecidos do conhecido que um dia não iremos reconhecer.
Porque sou feliz, olha como rio com os meus amigos e como tu já não me afetas tanto assim, olha como sou única e forte pra não ficar presa no sofrimento e fazer novas amizades. Apenas olha .
Sou capaz de ser alguém sem ti!!