Inseguranças na escola #6 | Back To School

Olá Diamond´s

Contamos com mais um post de regresso às aulas no blogue, de forma a poder abordar de tudo um pouco o que envolva o mundo escolar para nós estudantes. E sendo um mundo onde se pode abordar desde as coisas mais positivas a todas aquelas negativas, hoje trago-vos o que por vezes passamos todos nós, as nossas inseguranças na escola.

Para a realização deste post , eu vi no youtube através da youtuber Inês Rochinha na altura em que fez no seu canal durante 5 dias uma serie de regresso às aulas e este tema foi o que mais me chamou a atenção e resolvi trazer-vos. Espero que gostem e claro deixem ai em baixo as vossas histórias !!

A ideia de trazer este post não é de todo copiar o que a inês abordou no seu vídeo , mas sim contar-vos a minha história e quem sabe haver quem se identifique comigo ou com a história da Rochinha e por isso deixo-vos no fim do vídeo o link para verem.

Então para mim a minha altura de ir para a escola começou muito cedinho, com apenas 5 anos eu estava num mundo onde não sabia o que devia ou não fazer . Não sabia ler nem escrever, quase nem sabia ao certo o que é saber conviver com outras crianças , porque apesar de ter irmãos eu não andava na creche e não andei na pré-primária. E como tal em relação a todas as outras crianças estava no nível um bocadinho mais inferior.

Com o passar do tempo e o facto de haver o desinteresse que eu sentia por parte da minha família fez com que chumbasse na escola e se me senti burra por ter chumbado? Um pouco, a insegurança foi tomando cada vez mais conta de mim porque percebia que estava um pouco sozinha e que se queria realmente superar esse momento menos bons que eu tinha … tinha exatamente de o fazer por mim e assim foi..

Houve uma altura menos boa que eu referi aqui no blogue e que para quem segue o blogue desde os primeiros momentos saberá ao que me refiro.. Fui abandonada pela minha mãe quando estava prestes a fazer os meus 10 anos de idade. Tudo foi uma autêntica reviravolta na vida de 4 crianças que ela deixou para trás e na vida de toda a família em seu redor porque ficava com 4 crianças desamparadas de certa forma.

Por ser um momento menos bom abalou-nos a todos de certa forma, e no meu caso bloqueou-me bastante na minha forma de ser enquanto pessoa, enquanto jovem, enquanto estudante, e enquanto a forma de poder um dia vir a ser.

Do meu 5ºano ao meu 8º ano, senti que estava na altura de focar-me em algo que de certa forma me apoiasse quando precisava de descontrair e que fosse algo que eu gostasse realmente de fazer de coração. Chegou o momento de entrar na música, fazer parte de algo, de tocar um instrumento musical, um clarinete.. A minha paixão é um Clarinete porque sempre foi o meu apoio quando precisava.

Atualmente já não faço parte da música faz uns 4 anos, e se foi fácil tomar a decisão de partir daquilo que sempre foi o meu porto seguro ? Não de todo, deixa muita saudade e o querer ter um clarinete ( e quem sabe se isso não acontecerá?).

O pior ano que tive na escola foi o meu 9ºano em que fui vítima de Bullying por parte dos meus colegas. Não sentia que havia quem ali gostasse de mim, até mesmo aquelas pessoas que me conheciam desde o primeiro dia em que com 5 anos integramos o mesmo dia.

Foi sem dúvida a quebra para tudo, pois havia quem dizia que esse era o nosso melhor momento e que seria o ano de viragem para a entrada no secundário e que seria muito bom.. Para mim não foi, foram dias terriveis em que não via qualquer sentido em estar ali presente naquela sala com aquelas pessoas que tanto mal me provocavam.

Ao passarem imensos meses , tudo ficou ligeiramente resolvido mas os meus companheiros eram antidepressivos o que negativamente me fazia andar em modo zoombie e desejar que tudo acabasse.

No meu 10º até ao 12ºano.. Passei por tantas e tantas experiências. Conheci mil pessoas, e afastei-me de mais de metade porque nem sempre todas as pessoas são realmente aquilo que aparentam à primeira vista. Ajudou-me muito a ver a nova realidade ao entrar numa escola nova, precisava realmente dessa mudança na minha vida mesmo que tivesse de conviver com aquelas pessoas menos boas no mesmo autocarro.

Aprendi com o passar dos dias que tudo é uma conquista e uma vitória diariamente! Não é fácil toda esta mudança e claro poder crescer enquanto pessoa ajudou-me a poder ser diferente e melhor e hoje em dia agradeço de certa forma a minha chegada ao 10ºano.

Se sempre fui boa aluna relativamente às minhas notas ? Não claro que não , mas não é isso que define ninguém ! Não compitas com ninguém, sê tu mesmo do inicio ao fim e luta para superares as tuas dificuldades (apenas isso). Não sou melhor aluna, mas luto para superar as dificuldades que tenho e sei que se batalhar para que isso acontecer, que vou conseguir obter resultados positivos e isso deixa-me evidentemente contente e prova-me que sou capaz.

Não baixes os braços à primeira quebra, tu és capaz! Prova a ti mesma isso! Luta pelos teus sonhos e não permitas que os destruam.

Este foi o post e espero que gostem realmente, pois a minha história pode não ser tão má assim , mas conto-vos a minha luta diária para ser quem sou hoje. De certa forma à que agradecer por tudo o que tem acontecido. Continuem a acompanhar tudo no blogue, um beijinho

Vídeo no canal da Inês : https://www.youtube.com/watch?v=Aa1d1x-PM4M

IMG_20180828_151826

Anúncios

2 Replies to “Inseguranças na escola #6 | Back To School”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s