Health and Care #1 | A psoríase e a Beatriz

Olá a todos e á querida Beatriz

Desde já muito obrigada por teres aceite falar-nos do teu problema de saúde e claro quereres dar a conhecer a mais pessoas que a psoríase não é um impedimento para se viver correto?  A dar assas a este novo tipo de conteúdo com todo o gosto, e graças a vocês todos por contribuírem para que seja possível um enorme obrigada!

Surgiu a ideia porque gostava de falar de saúde no blogue e porque se há uma doença presente na minha vida , é a diabetes , vários são os membros da minha família que a têm . E que evidentemente temos de aprender a conviver com isso e a viver todos os desafios que ela nos apresenta (mas vou falar-vos disso mais tarde não se preocupem).

O que nos traz ao post de hoje é a pequena entrevista que a Beatriz nos vai disponibilizar para que seja possível dar-vos a conhecer ou ensinar-vos mais sobre ela. Também vou aproveitar sempre para fazer uma pequena introdução do que seja para que estejam inteirados.

A psoríase é uma doença crónica da pele que aparece em qualquer idade a qualquer pessoa, e quando surge significa que o nosso sistema imunitário nos demonstra que algo não está correto e que isso vai implicar o aceleramento normal ciclo de crescimento das células da pele. Não é contagiosa , por isso não se assustem caso alguém da vossa família possa ter , mas normalmente pode ocorrer entre a faixa etária dos 15 aos 30 anos ou nos 50 a 60 anos de idade. 

Pode manifestar-se em qualquer parte do corpo , o que por vezes complica a autoestima de quem a tem

  • Olá Beatriz , desde quando é que tens a psoríase?

R:13 anos

  • Como te foi diagnosticada a psoríase?

R:Os meus pais acharam estranho quando comecei a sentir demasiado comichão na zona das orelhas e do cor cabeludo e quando repararam que estava praticamente em carne. Fomos a clínicas privadas e deram me dois diagnosticos errados, e só à terceira é que finalizaram como psoríase

  • Quando descobriste que tinhas psoríase , procuraste informar-te melhor sobre isso?

R: Sim, fiz perguntas aos médicos tais como, se era contagiosa, porque é que aparecia(devido ao sistema nervoso), como iria alterar o meu corpo exteriormente

  • Qual foi a reação dos teus amigos relativamente á doença ?

R: A reação dos meus amigos foi boa, procuraram sempre ajudar me a manter a calma e sentir me o menos stressada possível, a reacção das pessoas de fora é que não foram tão boas.

  • A nível da pele visível como o couro-cabeludo , o que fazes ? Escondes que tens psoríase ?

R: Não escondo, até porque existem alturas como outono e inverno que acaba por piorar que é impossível de disfarçar, e como cai muito cabelo acabam por existir grandes falhas.

  • Quais os tipos de tratamento para a psoríase ?

R: Existem vários, mas só fiz dois, que foi pomadas, medicações e shampoos

  • Fala-nos um pouco de como é viver com essa doença crónica da pele

R: Às vezes torna -se um pouco difícil, porque quando estou mais stressada aparecem manchas vermelhas no corpo e acabo por ter imensa comichão na cabeça, que ao coçar provoca lesões graves e deita sangue por vezes. O facto de ver um cabelo antes saudável cair em grandes quantidades não é bom de se ver e diminui a auto-estima. Quando era mais nova pessoas exteriores quando olhavam faziam caretas, ou até os professores que chegavam a insinuar e dizer que eu tinha piolhos, foi mais complicado nessa altura, mas aos poucos vou convivendo com isso da melhor forma possivel.

  • A tua auto-estima é prejudicada pela doença?

R: Foi sim, significativamente e ainda é em parte.

  • O que farias para ajudar outras pessoas que se encontram na mesma situação que tu e não sabem como lidar com o facto de ter uma doença dessas ?

R: Ajudaria com o facto em manterem a maior calma possível em algumas situações, em como lidar com os olharares alheios.

Esta foi a pequena entrevista que fiz á Beatriz sobre a sua doença , e vocês conheciam esta doença?

Anúncios

3 Replies to “Health and Care #1 | A psoríase e a Beatriz”

  1. Já ouvi falar muito da psoríase. Tenho dermatite atópica há alguns anos e já se colocou a hipótese de ser psoríase, já que também tenho atingimento do couro cabeludo. Ainda não fui a uma especialista, mas pondero ir ainda em 2019.

    Parabéns por esta rubrica. 🙂

    Gostar

    1. Olá Ana, sério não sabia que tinhas dermatite atópica.. Sim deverias ir a um especialista para que fique esclarecida em relação ao que seja isso que tens. Um grande obrigada e um beijinho

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s