Health and Care #4 | Os diabetes e a minha avó

Olá a todos , hoje finalmente é sexta-feira yupiiii e também podemos dizer que mais uma semana se passou meio a correr não acham? Bem não é isso de todo que aqui me traz, mas sim mais um post sobre a saúde e a cosmética para vocês.

Como podem ver no título hoje vou falar de algo um pouco pessoal e que nunca antes tinha feito referência aqui no blogue, mas achei que é uma boa altura falar disto porque existe tantas pessoas na mesma condição e tantas pessoas que têm de saber lidar com isso quando são apanhados de repente pela surpresa (em si negativa). Vou fazer-vos uma pequena introdução do que são os diabetes, e depois irei falar-vos da minha pequena história que tenho estado faz mais de 8 anos a acompanhar a minha avó.

Diabetes o que são?

A diabetes ou os diabetes como nos é mais simples falar , é uma doença metabólica crónica , que eventualmente pode derivar de qualquer coisa , mas habitualmente é considerado vindo do excesso de açúcar no sangue.

Esta doença não é passada para as pessoas assim sem mais nem menos, mas todos podemos ter um dia se não tivermos cuidado evidentemente. É mais habitualmente em crianças e jovens diabetes de tipo 1 , e pode surgir em adolescentes mais obesos diabetes de tipo 2.

Como se manifesta os Diabetes?

Principalmente as causas que fazem os diabetes se manisfestarem , pode ser o excesso de açúcar no sangue(hiperglicemia), ou então a falta de açúcar no sangue(hipoglicemia).

Sintomas de Hiperglicemia

Pode acontecer nos diabéticos mal controlados ou quando existe ingestão de uma grande quantidade de açúcar. Esta condição pode causar sintomas como visão turva, sensação de boca seca, transpiração excessiva, cansaço.

Sintomas de Hipoglicemia

Ocorre em diabéticos que utilizam fármacos para controlar a Diabetes, sejam eles insulina ou antidiabéticos orais. Esta condição pode resultar da toma excessiva ou incorreta da medicação, jejum prolongado ou exercício físico inadequado.

Os níveis de açúcar no sangue não devem ser inferiores a 70mg/dl. Quando se tomam medicamentos para controlar a Diabetes é necessário ter muita atenção com a alimentação para que os níveis de açúcar não desçam demasiado. O cansaço inexplicável, as tonturas, a visão turva e a dificuldade em raciocinar são os principais sintomas da hipoglicemia.

Quais os fatores de risco para os Diabetes?

Os fatores de risco são bem simples:

-Hipertensão Arterial

-Obesidade

-Privação do sono

-Sedentarismo

-Tabagismo

-Histórico Familiar

Como é possível diagnosticar os diabetes ?

Para se conseguir diagnosticar os diabetes, é bastante simples. Temos de pedir ao nosso médico para realizar-mos análises que nos vão indicar se temos valores anormais ou se está tudo bem. Evidentemente se tivermos sintomas que achemos estranhos deveremos dirigir-nos ao médico o quanto antes para que seja diagnosticado atempadamente.

Como se previne a diabetes ?

Sendo uma doença que não tem cura possível , há que existir os cuidados necessários para que as pessoas que sofram desta doença possam estar mais prevenidas das consequências posteriores que adevém deste tipo de doença. Para quem não sabe , os diabetes têm efeitos muito negativos se não houver a tomada de precauções necessárias enquanto é tempo. Formas de prevernir :

-Conhecer a doença

-Controlar a glicemia

-Alimentação

Em que a diabetes afeta a alimentação de quem tem a doença?

Afeta bastante a alimentação porque as pessoas estão habituadas a comer de tudo, as quantidades que desejam e quando tem fome comem simplesmente e não ligam para as eventuais consequências que isso pode trazer eventualmente. E quando desconfiamos que algo não está bem e nos é diagnosticado a doença é que acordamos para a vida , porque sabemos que temos estado a fazer algo errado para a nossa saúde e que agora dependemos de medicação e de uma alimentação que seja muito mais cuidada que antigamente.

Insulina sim ou não ?

A meu ver sim, embora quem toma insulina é porque o caso da sua condição já se torna mais precoupante. Se é melhor ? Sim é, sentimo-nos melhor e claro permite a redução da dosagem de medicamentos.

Imagem retirada do google

Agora contando-vos um pouco da minha história pessoal..

Desde que sou pessoa que me recordo da minha avó como sendo uma mulher valente, alta e com muita força não só para trabalhar mas para não desistir , pois a vida a ela já lhe ensinou tanto e pela negativa (lamentavelmente). Vi-a a comer de tudo e com vontade de saborear cada bocado , porque como referi acima trabalhava imenso para por algo em casa e claro que nunca cumpria as horas das refeições e quando comia uma refeição exagerava nas doses. Mas ninguém dava muita importância a isso, porque era tudo uma roda viva e tudo estava sempre fora ou com outras coisas pelo meio. Já não me recordo muito bem , mas sei que ela foi diagnosticada faz uns bons anos com diabetes de tipo 2.

Com o passar dos anos vi a minha avó modificar , a um nível de mudança doido acreditem. Começou por ter várias quedas que a prejudicaram e a levou para o hospital e teve de ficar internada por exempo, depois a visão que cada vez mais ficava afetada, as glicémias quando mediamos com a média que não baixavam dos 500 e toda a gente nos perguntava como era possível ela estar viva. Foram vários anos a vê-la ir para um hospital, se foi fácil ? Claro que não, porque para quem não sabe eu vivo com os meus avós desde os 5 anos de idade , o meu irmão e a minha tia , ou seja uma casa cheia! De certa forma a ligação á minha avó foi sempre muito grande porque quando era pequena era ela o meu elemento feminino presente e que fazia de tudo pela neta.

Assustou-me de dia para dia ver as mudanças da minha avó, as operações aos olhos na esperança de melhorar a visão prejudicava-a no trabalho e ela revoltava-se porque nem 58 anos tinha e já estava praticamente parada porque não conseguia fazer as coisas direito. Evidentemente que isso revoltava-a imenso e nós questionamo-nos sempre como seria quando ela tivesse que parar definitivamente ? Como iriamos controlar uma pessoa que não sabe estar quieta e que necessita de trabalhar para se sentir viva ? As dúvidas sempre presistiram e sempre vão ficar acreditem..

Hoje a minha avó tem 62 anos, está reformada por invalidez porque não vê, andar já não se aguenta por muito tempo, tem alimentação controlada não só por causa dos diabetes mas por causa do rim que está afetado também. Está a insulina e cá andamos até que ela se aguenta. Não tem sido fácil mas superei tanta coisa, já vi a minha avó pior que um idoso de 80 anos, já tive de tratar da minha avó como uma criança pequenina e levar á casa de banho e vestir.

Pois é esta é a grande realidade de quem tem diabetes ou alguém na família que o tenha. É preciso ter-se bastante cuidado para que não se passe pelas mais diversas consequências menos positivas , a que as pessoas diabéticas estão sujeitas. Estejam atentos á vossa saúde que é bastante importante!

*Quero que saibam que a informação que dei neste post inicialmente foi retirada do site Cuf e que não sou perita nestas coisas, mas a dibaetes acompanha-me na família por isso espero que gostem

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s