E depois do secundário ?

Olá a todos , como têm estado ? O tema de hoje é totalmente diferente e novo para mim, pois na verdade já queria trazer ao blogue e até ja tinha começado a fazer um pequeno rascunho mas achei que não estava como deveria para poder ser publicado. Então desisti de tentar e pensei que era mesmo melhor deixar andar para a frente mais um tempo, para poder voltar a escrever sobre isso.

Faz um mês ou nem tanto que uma rapariga que eu sigo no facebook, que já foi da minha turma em Espanhol partilhou um texto sobre isto, e ela de momento faz uns pequenos trabalhos como modelo. E li aquele texto e senti que é tão verdade.

É um tema que nos faz mesmo pensar sobre aquilo que realmente queremos fazer, sobre a realidade que é diferente daquilo que planeamos desde antes. Toda uma realidade , uma mudança nas coisas.

A grande pergunta que na verade todos nos fazemos é, o que fazer depois do secundário?

Algo muito subjetivo, algo que vai do que realmente queremos desde sempre. Nem todas as famílias podem continuar a proporcionar uma vida universitária aos filhos , o que leva a que ás vezes se perca boas cabeças mas infelizmente será que as pessoas sabem que existem bolsas de estudo ? E formas de ajudar os alunos com poucos recursos ? A verdade é que existem, e muita gente não tem conhecimento. Claro que existe quem não quer continuar os estudos, mas uma coisa é certa… devemos lutar por um futuro melhor.

O meu último ano na escola da terrinha não foi o melhor e eu só ambicionava poder prosseguir para um outro lado, onde pudesse sentir-me afastada dessas pessoas. E quando aconteceu a grande mudança tudo foi muito radical, tudo foi uma necessidade enorme de haver uma integração e habiturar -me a uma realidade diferente. Sabia que não era fácil , mas que tinha de lutar porque entrei na área de humanidades porque gostava realmente. Sabia que tinha tanto para lutar, que seria um caminho tão longo e pelo meio ? Cortavam-me as pernas e mandavam-me abaixo , invalidando aquilo que eu realmente sou capaz. E pensava, será que realmente me davam valor ? A todas as horas perante os livros?A dedicação nos trabalhos que entregava , com o misto afincadamente de uma parte de mim? Claro que não! Eu sabia que não, mas tinha de fazer por mim, aliás o futuro depende de mim porque serei eu que o vou viver.

Tudo requeria uma dedicação extra de mim, e desisti de algo que eu tanto gostava de fazer: tocar clarinete. Desisti porque não conseguia conciliar aquilo que tanto exigia tempo de mim com aquilo que eu tanto gosto. Não sabia o que fazer e hoje arrependo-me tanto! Foram anos dificieis quando levava facadas das pessoas que pareciam que o secundário tinham dado o melhor de mim, foi um choque da realidade brutal e abri os olhos perante todos os que me rodeavam. Depois tive uma perca familiar que me mandou abaixo completamente e veio a prejudicar-me a nivel escolar. Contudo, tinha de saber lidar com isso e prosseguir.

Foram 4 anos dificieis, muita coisa aconteceu e o sonho de ir para a universidade foi aumentando. Quero muito seguir serviço social , mas não sei bem em que universidade será. A minha familia sempre me tenta cortar as pernas aos meus sonhos, mas sabem o que vou fazer? Vou juntar o dinheiro que conseguir, começar por tirar a carta e trabalhar. Daqui a um ano se tudo correr bem ? Ingresso na universidade, ou quem sabe mais tarde.

A verdade: devemos lutar pelo que queremos e fazer por nós porque o amanha? É a nossa vida , a nossa familia e não podemos permitir que nos cortem as assas. Lutem por vocês!

Anúncios

2 Replies to “E depois do secundário ?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s