O Abre Olhos das Youtubers · Projetos

Projeto O Abre Olhos dos Youtubers| Testemunho Quanto Baste

Olá a todos como estão? Espero que bem e que a vossa semana começe da melhor forma. Esta semana um pouco diferente porque tudo abre, quase que volta á sua normalidade por isso respeitem os espaços , respeitem que o virus não foi embora e ainda permanece. Tenham cuidado sim?

Para hoje trago-vos um post do projeto que secalhar não saia há imenso tempo não acham? Finalmente consegui alguns voluntários para o projeto e estou muito agradecida, porque o projeto não ficou guardado na gaveta está cá para bombar como no ano que saiu.

Se quiseres também participar basta enviar mail para mediamondblogger15@gmail.com .

Testemunho da Quanto Baste

Olá nós somos a Mar e Li, e somos do blog quantobaste.com, que “nasceu” há cerca de 3 anos. Estes não são propriamente os nossos nomes, mas por razões profissionais não podemos divulgar a nossa entidade, neste momento é mais a da Li que não pode, por razões profissionais. No entanto esta ideia de nos mantermos em “anónimo”, também é devido a um dos espaços que temos no nosso blog, “Locais à Prova”, mas sobre esta já vos falamos melhor.  O Quanto Baste antes de surgir como blog, surgiu com outros nomes, no Youtube, há mais de 7 anos. Na necessidade de partilhar os conhecimentos que tenho relativos à área da Cozinha e Pastelaria. No entanto eu, Mar, quando decidi pegar no projeto com mais seriedade, deparei-me com a dificuldade de divulgar vídeos e chegar a visualizações consideráveis no YouTube, quando queremos que a nossa entidade permaneça anonima, e a juntar a isso achei que o YouTube era pouco para o projeto que queríamos desenvolver, então surgiu a ideia de se criar um blog, onde o YouTube também entrasse, atualmente os nossos vídeos estão também disponíveis no Facebook, onde têm feito mais sucesso, a nível de visualizações. 

espaço “Viajar” do artigo “Viver nos Açores- São Miguel – (do Continente para os Açores)”.

O quantobaste.com, tem vários tipos de artigos, temos os espaços, tais como “Comida”, “Viajar” e “Conversas de Café”:

  “Comida”:

Noções Básicas de Cozinha e Pastelaria”, este é um espaço onde damos videoaulas, e completamos com artigos escritos. Estas são feitas com base no meu curso profissional de cozinha e pastelaria, e com alguma da minha experiência profissional e aprendizagem autodidata, Mar. Recomeçamos do zero, tudo o que tínhamos feito até à data, com os outros projetos;

Receitas à Prova”, onde colocamos receitas de outros projetos no âmbito da culinária à prova, desde receitas de outros bloggers, Youtubers, livros, etc. Estes “testes” são feitos por vídeo, e complementados com artigo escrito. Onde não só fazemos uma espécie de avaliação à receita em si, como também, se necessário, damos algumas dicas que podem melhorar o resultado final destas receitas. Neste espaço, é onde a Li já vai “aparecendo” mais, na componente dos vídeos, e também temos alguns com uma amiga nossa que é a Pif. 

“O que Comemos & Bebemos”, são artigos onde vos falamos de alguns alimentos, que usamos nos nossos vídeos e não só, que sejam de alguma forma populares ou que contribuem para a nossa saúde. Neste espaço fazemos estes artigos com base numa aprendizagem mais autodidata, onde pesquisamos artigos científicos e não só, para formularmos as nossas abordagens a cada alimento e bebida. 

“Locais à Prova”, é também por este espaço, principalmente, que ainda matemos o nosso anonimato, pois através deste levamos-vos a alguns restaurantes, pastelarias e similares, onde fazemos críticas, não só à comida em si, como também, ao espaço envolvente, ao atendimento, etc, são artigos bastante completos. Como não queremos que as nossas “avaliações”, aos espaços, sejam influenciadas por sermos representantes de um blog, decidimos que toda esta visita é feita de forma anonima, e que para isso também temos de manter o nosso anonimato no blog em si. Neste espaço contamos também com a participação da Pif, que já fez alguns artigos de espaços no exterior de Portugal. 

“Viajar”: 

Inicialmente este espaço seria um espaço mais para a Li, que por força da sua profissão viajava bastante, mas uma vez que acabou por ficar mais estável, este não tem tanta “atividade” como esperávamos. É atualmente um espaço onde temos artigos, sobre o que fazer se a vossa viagem de avião for cancelada, conselhos para quem vai viajar de carro, de vários locais por onde passamos, neste momento são mais dedicados aos Açores, mais propriamente à ilha de São Miguel. Onde vivemos há cerca de 2 anos, e como tal têm lá um artigo detalhado de como é viver em São Miguel. 

“Conversas de Café”:

De forma muito sucinta este é um espaço onde falamos de tudo o que nos apetecer, como por exemplo, os artigo sobre: universidade depois dos 25; conselhos para quem vai para universidade; será que comemos mesmo chocolate, que também se encontra no espaço “O que Comemos & Bebemos”, é um espaço aberto também à partilha. 

Convidamos a todos os leitores deste artigo a visitarem o nosso blog, redes sociais e canal de YouTube. Se gostam de viajar, comer e conhecer um pouco mais do mundo da culinária/alimentação, não se vão arrepender de nos visitar e de partilha com os vossos amigos e familiares.

Xauzinho e até à próxima 😉 


Mar & Li

Blog: www.quantobaste.com

Facebook: www.facebook.com/quantobastee

Instagram: https://www.instagram.com/quantobastee

YouTube: www.youtube.com/channel/UCXBPokb3hpMzWVdAsOpqvDQ

Pif Instagram: https://www.instagram.com/worldof.pats

O Abre Olhos das Bloggers · Projetos

Projeto Abre Olhos das Bloggers | Testemunho Com amor lili

Olá a todos como estão? Espero que está semana corra tudo bem e não se esqueçam de ter cuidado sim? É essencial consciencializar-nos de que apesar de ir abrir tudo novamente, que o vírus ainda se mantém e que há cuidados a ter por nós e pelos nossos.

Posto isto, e bem mais tarde que o habitual trago-vos o post desta segunda feira. Onde novamente vos posso trazer do sprimeiros projetos pelo blogue e que sempre tiveram bastante aderência da vossa parte. Conhecer alguém! Conhecer alguém sempre foi muito importante e a ideia deste projeto foi essa mesmo.

A todos vocês agradeço por aceitarem participar nos meus projetos e vamos lá então para o de hoje.

Testemunho

Olá, o meu nome é Beatriz e hoje venho apresentar-vos um pouco de mim e do meu blog “Com amor Lili”.
Então, chamo-me Beatriz, tenho neste momento 16 anos, sou estudante no 11ºano do curso de línguas e humanidades e pertendo licenciar-me em comunicação. Desde pequena que sempre amei escrever, era o tipo de criança que o que mais pedia eram cadernos.
Nunca fui uma pessoa de falar sobre os meus sentimentos, então, decidi começar a escrever para ver se “aliviava” o meu subconsciente. Já tive variadissímos blogs, o Com amor Lili não é de todo, a minha primeira expriência no mundo dos blogs, contudo é aquele ao qual estou a dedicar mais de mim.


O nome do blog tem uma história um tanto quanto curiosa, todos os meus outros blogs tinham sempre do seu nome algo relacionado a brilho, já que é algo que adoro, contudo, quando decidi criar este novo blog queria que fosse como que um recomeço e Lili é a alcunha pela qual a minha avó paterna me trata, e visto que, ela é a pessoa mais importante da minha vida, considerei uma boa homenagem por assim dizer.
Não são muitas as pessoas conhecidas e familiares que sabem da existência do meu blog e as que sabem, não sabem sequer o nome dele, e por isso, tenho vindo a crescer exclusivamente por mérito próprio, algo que é muito gratificante para mim, já que é veres o teu trabalho reconhecido sem a “ajuda” de ninguém.
No meu blog, últimamente tenho me focado essencialmente em entrevistas a pessoas de diversas áreas, já que, é um tipo de conteúdo que adoro fazer. Quero também começar a publicar receitas e conteúdo um pouco mais diversificado.
No que diz respeito à blogosfera, não tenho muito a comentar. A grande maioria das bloggers que conheço hoje em dia, foi a partir do Instagram e apesar de não conhecer muitas, tenho a dizer que aquelas com as quais mantenho contacto são pessoas extraordinárias e genuínamente gostaría de conhecer muitos mais bloggers.
E é este o meu mundo, um mundo no qual o meu blog é o meu bebézinho, o qual tento ter sempre o mais arranjadinho possível, o qual me serve para distraír do mundo lá fora e o qual me dá muita alegria a cada visualização, a cada comentário e acima de tudo a cada artigo!
Obrigada, Lili

Vejam tudo no instagram e um beijinho

O Abre Olhos das Bloggers · Projetos

Projeto Abre Olhos das Bloggers | Testemunho Ideias Recicladas

Olá a todos como estão? Espero que esteja tudo bem com vocês, que tenham uma excelente semana 🙂 .

Por cá continuação de mais uma semana intensa de trabalho, porém trago-vos um pouco mais tarde o post do blogue. Trago mais um Projeto que me dá muito gosto em trabalhar com vocês , muito obrigada a todos os que tem aceite participar nos projetos. Se quiseres também juntar-te , envia mail para mediamondblogger15@gmail.com .

Vamos lá então 🙂

Então eu andei a enviar algumas mensagens a bloggers via facebook para vos trazer pessoas novas tal como, permitir que conheçam tudo o que eles fazem também. Não sei se tem conhecimento mas está a acontecer movimentos de autoajuda entre nós bloggers por isso porque não aderir também? Espero que gostem

O meu nome é Liliana e hoje venho apresentar-vos o meu Blogue “Ideias Recicladas e… não só!”. Tal como o nome indica, no “Ideias…” podem encontrar trabalhos feitos, por mim, recorrendo a diversos materiais: Garrafas de Plástico, Roupas Velhas (Trapilho), Sacos de Plástico, Frascos/Potes de Vidro, Rolhas de Cortiça, Cartão, Esferovite, Elementos da Natureza …
É incrível a versatilidade de alguns materiais que, à partida, têm como destino o lixo. Aliando diversas técnicas artesanais à imaginação e dedicação obtemos os mais variados itens de utilidade para o nosso dia-a-dia, tais como: Tapetes; Mochilas e Porta-Chaves; Individuais e Argolas de Guardanapo; Lembranças de Aniversário, do Dia do Pai, do Dia da Mãe, do Dia…; Artigos Decorativos de Natal e para a Casa; Brinquedos; Adereços; … e até uma Casinha para o nosso Animal de Estimação.
Mas como é que tudo isto começou? Perguntam vocês.Foi assim:Desde sempre estive ligada às manualidades e artesanatos. Sou do tempo em que, na escola, tínhamos a disciplina de trabalhos manuais e aprendíamos a bordar, a trabalhar o barro, macramé, croché, entre outros. Durante a juventude trabalhei numa fábrica de bonecos de peluche. Aqui aperfeiçoei a costura manual. Mais tarde veio o ponto de cruz e, com os filhos, a aquisição de outras técnicas para elaborar os dois ou três trabalhinhos que todos os anos são pedidos aos Pais, para confecionar com os pequenos. Estes trabalhos tinham sempre uma exigência: a Reciclagem. E foi assim que entrei neste mundo.


Com o passar dos anos apercebi-me da enorme potencialidade de alguns artigos que usamos e descartamos imediatamente. Comecei a guardar algumas coisas, sempre com o pensamento de que ainda teriam utilidade e, consequentemente, me permitiriam economizar no orçamento familia, além de me permitirem criar e captar o interesse e ajuda dos Filhotes na concretização de algumas das Ideias (estes são momentos divertidos e de grande interação).
O acumular de trabalhinhos em casa pedia mais do que a simples exposição dos mesmos na escola. E daí até à criação de um cantinho próprio para os expor foi um instante.Assim nasceu o Blogue “Ideias Recicladas e… não só!”. No início era visitado apenas por familiares e amigos. Hoje recebe visitas de todo o mundo e alguns dos trabalhos foram alvo de publicação numa página muito conceituada no Brasil.
O objetivo não é comercializar os trabalhos, pelo menos para já, mas sim a partilha pelo simples prazer de partilhar, informar e ajudar. A grande maioria tem passo a passo pois, acho que, só assim é que estou realmente e partilhar – dando a oportunidade, a quem me visita, de poder também fazer estes trabalhos.
Espero que apreciem a visita ao “Ideias Recicladas e… não só!”Divirtam-se e… Boas Ideias!

Até amanha e um beijinho

Fala-me de Amor · Projetos

Projeto Fala-me de Amor| Texto da Viver Sem Limites

Olá a todos como estão? Espero que a vossa semana tenha corrido bem, e hoje iniciamos mais uma. Parece-me que está tudo a passar tão rápido que quando se está a trabalhar na linha da frente, nem se dá conta que já foi não é?

Por cá, o cansaço tem sido muito e ás vezes só queria poder dormir mais (tento todos os bocadinhos para repor as minhas horas de sono). E tu como tem sido os teus dias?

Vamos então ao post de hoje ..

Hoje a nossa escolhida para nos trazer novamente o projeto ao de cima, é a autora do blogue Viver Sem Limites .Muito muito obrigada, teres aceite participar e claro cumprires aquilo que se pedia, falares de amor. Espero que gostem e se também quiserem participar já sabem enviar-me e-mail ou mensagem através das redes sociais do blogue.

Texto:

Amar …..o amor não é perfeito. Existem várias maneiras de Amar. O amor não é todos os dias bonito e belo. Sem sempre conseguimos ser pacientes. E não é por isso que não amamos ou amamos menos. 

Quando somos pequenos achamos que estamos a fazer a coisa certa, a mãe diz que vamos para casa dos avós e nós muitas vezes até biras fazemos! Mas claro vamos crescendo e entendemos o significado da palavra AMOR, queremos dar tudo de nós, queremos esta por perto!.

O Amor é aquele sentimento que leva a proximação das pessoas, apenas queremos conservar quem amamos. O AMOR  tem várias formas de ser intrepertado. 

AMOR romântico- É definido como a ligação afetiva entre duas pessoas.Apenas um toque ou um olhar, já temos aquela sensação de formigueiro que vai influenciar o batimento cardiaco e a respiração. 

AMOR companheiro- É definido como amizade ou gostar intenso, É-lhe inerente o compromisso e a promoção de conectividade e apoio entre os parceiros, relacionando-se intimamente com a satisfação conjugal.  

ESTAS FORMAS DE AMOR PODEM ACONTECER EM CONJUNTO OU EM SEPARADO NA EXPERIÊNCIA AMOROSA AO LONGO DA VIDA. 

Amor é aprender a “ficar mesmo que. …” tenham existido problemas, breves ou longas discussões,  fica, aprende a ficar a dar a mão e dizer que estás ali para apoiar seja no bem ou no mal, que estás ali para fazer valer a pena. Mesmo que essa pessoa tenho imensos defeitos e tu não te identiques com eles, dá a mão e diz vamos mudar isto. Muitas vezes vemos nas contas de facebook e instagram fotos de familias ou mesmo casais felizes. Estamos a tentar  vender a ideia de que tudo é perfeito, e estamos sempre felizes, quando na realidade não +e bem assim. Vai existir dias em que ficar e dar a mão vai ser duro, ou porque tiveste um dia de trabalho chato e dificil, ou porque o teu companheiro ou companheira não está tão bem disposta, mas fica e tenta mudar isso. Porque isso sim é AMOR! 

A tua mãe teve um dia complicado e vem triste do trabalho, fica e dá a mão, ouve, escuta dá conselhos, muitas vezes apenas um olhar, um sorriso ou até um beijinho irá mudar o dia da tua mãe. Amor é tão simples, demonstra que estas disponivel para ajudares, quando  a tua mãe quer ir jantar fora ou sair com as amigas disponibiliza-te para ficares com os teus irmãos mais novos, queres sair á noite? vais nourro dia, o mundo não acaba, pensa que já saiste noutros dias e que desta vez a tua mãe precisa mesmo de sair e dançar. Isso é AMOR. Muitas vezes só é necessário ouvir as tuas parvoices, o teu riso meio pateta para que o dia da tua mãe corra melhor, isso é tão bom, saberes que mdas o dia de alguém. 

Perdeste um familiar….a primeira coisa que pensas é ….”Podia ter aproveitado mais”….”E se tivesse dito que gostava dela/e?” ….”Se ontem não tivessemos discutido?” ….”Podia ter dito o que sentia” ….

Não damos pela vida a passar e só damos valor quando perdemos, não falo apenas em relação á familia, mas também em relacionamentos amorosos e a nivel pessoal, muitas vezes não damos por nós a falar mal ou até mesmo abrir caminho para uma discussão, quando podemos simplesmente evitar isso, passar a frente, dar uma piscadela de olho e sermos felizes, aprendermos a dar valor aos pequenos momentos da vida. Dar valor a cada membro da familia, cada um com o seu jeito de Amar, com o seu jeito de ser, com defeitos e virtudes mas cada um com o seu devido valor em cada coração e isso sim faz de nós humildes e simples. 

Amor é o sentimento mais belo que podemos ter… AMAR É ISSO MESMO! 

E estas foram as palavras da Viver sem Limites e não são lindas? Não são aconchegantes? Não nos fazem pensar? Amemos mais sim? Beijinhos e até amanhã

Página do facebook : https://www.facebook.com/viversemlimitesblog

O Abre Olhos das Bloggers · Projetos

Projeto O Abre Olhos das Bloggers| Testemunho da Marta Silva

Olá a todos, desejo-vos uma excelente segunda-feira e um excelente dia. Como foi o fim de semana ? Acompanharam os últimos posts publicados no instagram onde coloquei na integra dois projetos que tive todo o gosto de fazer? Aproveitem e participem no Giveway 🙂 .

Para hoje trago novamente mais um projeto daquele que foi dos pioneiros por aqui, ao qual me orgulho muito de ter começado e de poder dar-lhe continuidade. Certamente tu se estiveres a ler este post podes ter sido convidado, ou então ainda te vou descobrir e convidar-te a ser mais um membro deste projeto com todo o orgulho.

Posto isto, vamos lá então para mais um projeto. Se quiseres também juntar-te a nós só tens de comentar ou enviar mail para :mediamondblogger15@gmail.com.

Vamos lá então …



Testemunho da Marta

O meu nome é Marta Silva, tenho 32 e sou  administradora de uma página que tem pelo nome “amar, comer e viajar”. Diariamente mostro aos meus seguidores a minha alimentação, receitas, restaurantes que tenho por hábito experimentar, bem como as minhas viagens. Partilho também dicas e sugestões tanto relacionadas com alimentação mas também com viagens. A página começou numa altura de grandes mudanças da minha vida, em que quis criar algo meu, algo que me caracterizasse. 

E se ao início as ideias eram muitas, com o tempo fui adaptando conforme as voltas que a minha vida deu, por exemplo, quando comecei a página a tinha por hábito experimentar restaurantes todas as semanas, por vezes mais que uma vez por semana, agora, são escassas as vezes que o faça porque, conforme referi, a minha vida, deu muitas voltas. Contudo, tento sempre que posso fazê-lo até porque é uma parte importante da página.Convido a todos, que lerem este meu testemunho, a passarem na minha página e verem o meu conteúdo! 

Agradeço também, a oportunidade destas palavras ! Obrigada 

Aqui fica mais um excelente testemunho da nossa querida, desde já muito muito obrigada por teres sido uma das primeiras a voltar a iniciar a vinda deste projeto. Um beijinho e não esqueçam de seguir o trabalho da Marta

Link do Instagram : https://www.instagram.com/amar_comer_viajar/

Link do Facebook : https://b-m.facebook.com/AmarComereViajar/

Marcas de uma Vida · Projetos

Projeto Marcas de Uma Vida | Testemunho da Micaela

Olá a todos como estão? Após uma semana a sair posts que preparei através do estúdio de criação posso dizer que me senti muito mais leve, porque a verdade é que tive uma semana de “cão” (ou seja, super atarefada, muito trabalho e sempre até tarde o que me tirou todo o pouco tempo que tinha).

Porém cá estamos a preparar mais uma semana de conteúdo para vocês, porque por aqui nunca para e em breve vou trazer um formato diferente para vos contar como tem sido o meu dia a dia. Para todos os que acompanham o Instagram já devem ter visto, recentemente mudei-me e sim estou a viver sozinha, embora seja casa partilhada. A verdade é que tudo isto é uma mega aventura e que eu vou partilhar tudo com vocês.

Bem para hoje, trago-vos há hora habitual o post do blogue, que é um projeto. Onde vos dou a conhecer um pouco da Micaela e do seu testemunho num formato diferente… Espero que gostes, e para participares só tens de entrar em contacto comigo pelo mail (mediamondblogger15@gmail.com) ou pelas redes sociais.

Queres saber porque escolhi o tema “Marcas de uma vida”?
Porque antes dos 18 anos,nao sabia bem o peso da vida, a vida tem muitos altos e baixos, sempre pensei que vivia num mundo cor de rosa, do porquê, ser tão boa pessoa e ninguém ser o mesmo para mim… Sabes porque? Porque sofri muito na escola, quando fui diagnosticada com um “défice de atenção” tive em psicólogos, sofri de bullyng na escola, todos os dias tinha medo de ir a escola, porque as crianças eram horríveis, só chamavam nomes, diziam que era feia, que nunca seria nada da vida, que devia morrer… Mas entendi que um défice de atenção não é uma doença, e lidei com isso, fiz os tratamentos, consegui passar sempre de ano, fiz o 12 ano e para mim? Foi uma das minhas grandes vitórias!
Entretanto mais tarde, conheci uma pessoa, que amei, mas não era aquele amor para a vida… Porque era uma relação tóxica, sofri de violência doméstica e psicológica, foi muito complicado mesmo,e não quero entrar mas detalhes acerca disso, deixou- me muitos traumas, alguns ultrapassei, outros nem tanto.

(…) diziam que era feia, que nunca seria nada da vida, que devia morrer… Mas entendi que um défice de atenção não é uma doença, e lidei com isso, fiz os tratamentos, consegui passar sempre de ano, fiz o 12 ano e para mim? Foi uma das minhas grandes vitórias!


Entretanto, também sofri muito com a morte do meu avô, ele foi diagnosticado com dois cancros  no figado e estômago, mas já em estágio muito avançado, quando ele morreu, sofri muito, não estava a espera que o meu maior exemplo, o meu grande amor me deixa-se, tinha apenas 19 anos, o funeral? Foi horrível, vê lo ali a ser cremado foi arrepiante. Depois entrei numa depressão profunda, devido ao que me aconteceu nessa relação tóxica, a morte do meu avô, foi tudo ao mesmo tempo… Mas entretanto recuperei, fiz o desmame, sai daquela relação tóxica, acredita foi o melhor que fiz!
Por isso, hoje em dia estou feliz, a vida não é fácil, mas com calma vou longe, aos poucos vou conseguido, apesar de estar um pouco difícil, não desisto porque sei que o melhor está para vir, mais cedo ou mais tarde, irá chegar… Mas o luto pela morte do meu avô ainda continua passado 7 anos, mas um dia de cada vez. Está é a minha história, aprendi que a vida não é  fácil,mas continua a ser desafiante! 

Aqui fica o testemunho da Micaela, onde eu me enquadro em certas palavras como a citação que vos deixo. Uma realidade dura, uma realidade que por vezes nem sempre todos pais queremos ver porque se acha que os filhos são bonzinhos, mas nem sempre… Os jovens e as crianças hoje em dia tendem a ser muito mauzinhos e nem sempre tem noção do quanto isso faz moça. Também sou uma rapariga muito parecida há micaela e vou superando os meus desafios, todos eles são desafiantes. E o melhor? É não desistir. Espero que gostem e até amanha com mais um post

Marcas de uma Vida · Projetos

Projeto Marcas de Uma Vida | Testemunho da Joana

Olá a todos, como estão? Espero que a vossa semana começe da melhor forma, e cá estamos com mais um post pelo blogue e pelo instagram. Tem acompanhado tudo pelo instagram? Ainda está a decorrer o giveway, que vou deixar o link mais abaixo para que possas também participar.

Não sei quem se lembra do post que fiz onde vos falei do Estúdio de Criação que nos permite agendar conteúdos no nosso instagram? Sem dúvida que tem sido o meu maior apoio estes dias e que quando virem este post eu posso respirar de alivio porque saiu sem me preocupar se o tinha preparado com atecedência ou não. Evidentemente que não tem mal nenhum e só ajuda no facto quando se torna muitas ideias ao mesmo tempo, e que o tempo nem sempre é favorável para se conseguir dividir em várias formas.

De maneira que, tenho aproveitado o dia para agendar tudo o que puder pois nunca sei quando o tempo altera. E vocês como têm sido ?

Link do Giveway: https://www.instagram.com/p/B85-9YGHhK6/

Vamos lá então…

Para todos os que são novos pelo blogue, sejam bem-vindos e muito obrigada por estarem desse lado. Também aproveito para explicar que tipo de Projeto é este, que surge aos poucos no blogue. Então este Projeto, surgiu faz talvez 1 ano onde eu pensei que poderia ser uma forma de todos falar-mos um pouco do que sentimos, de algo que passamos, do que alguém passou e é do nosso conhecimento. Ou seja, deixar que vocês possam estar no meu blogue de forma anónima ou não.

E aos poucos fui tendo participantes, uns anónimos outros não, contaram as suas histórias. Contando palavras que nos deixam de boca aberta, do mais diverso tipo de temas que podem encontrar. E claro agradeço a todos vocês que até agora tem participado nos projetos do blogue.

Hoje trago-vos o testemunho da joana, fica para ver …

É a primeira vez que vou falar deste marco da minha vida publicamente mas sinto que chegou o momento de abrir o meu coração e sinto que posso ajudar muita gente com isto.
Começo apenas por organizar as coisas cronologicamente.
Comecei a namorar com o M. em 2011 e decidimos casar em 2014. Decidimos que só queríamos ter filhos após dois anos de casados e assim foi. Em 2016 começamos a tentar ter filhos e nada… Passavam meses e meses, testes e mais testes negativos e achamos que precisávamos de ajuda médica. Fomos ao meu ginecologista em Abril de 2017 e ele passou uma série de exames e análises a ambos. Após todos estes exames e análises descobrimos que havia uma anomalia e que provavelmente só conseguiríamos ter filhos fazendo tratamento. Assim foi, em Julho de 2017 começamos o tratamento de fertilidade. Não foi fácil, melhor foi horrível. Mas o nosso objetivo era tão grande que eu aguentei tudo, nós aguentamos tudo. Fomos o pilar um do outro, todos os dias o M. Me dava as injeções, ficava ao meu lado em repouso, ia comigo às ecografia, foi comigo introduzir os embriões, foi comigo fazer a análise e estava comigo quando recebemos o resultado. Eu estava segura que ia dar certo, que íamos ter o nosso bebé. Mas no dia 11 de Agosto tive um mau presságio e tive um pequeno sangram e to, entrei em pânico. No dia 12 de Agosto recebi o tão esperado resultado depois daquele duro processo todo. Deu negativo, eu vi mas não quis acreditar. Liguei ao médico e ele confirmou que não estava grávida. Fiquei sem chão. Todas as minhas expectativas foram por água abaixo. Tanta dor, tanto sofrimento físico e psicológico envolvido ali para nada. Decidimos fazer umas férias a dois ir passear, fugir da rotina, relaxar, recarregar energias e encontrar-nos um ao outro. Tínhamos decidido que não faríamos mais tratamentos. Eu não aguentava mais nenhum tratamento. Decidi desistir da ideia, mas em conversa com uma amiga especial tomei a decisão de voltar a uma consulta. Em Setembro fui a uma nova consulta mas Disse ao médico que não queria fazer mais nenhum tratamento do género apesar de ter um óvulo congelado. Ele disse que este tipo de tratamento era diferente e que eu não ia sofrer nada. Então ficou decidido que voltaria em Dezembro para uma consulta de rotina e em Janeiro começávamos a preparação para a colocação do óvulo congelado porque queríamos passar as festas com calma e ir passar a passagem de ano fora. Esquecemos o assunto e continuamos a nossa vida a pensar que íamos ser só dois para sempre.
A vida mudou em Novembro de 2017.

No início de Novembro andava com uma falta de ar esquisita e a minha dizia que era ansiedade. No dia 6 de Novembro estávamos sentados a jantar às 22:30h e eu tinha o valdispert em cima da mesa para tomar para acalmar a ansiedade, quando em conversa com o M. ele me perguntou se esta ansiedade não era derivado à menstruação estar atrasada. Eu achava que a minha menstruação não estava nada atrasada e que era filmes da cabeça dele. Então, eles colocou o calendário à minha frente e pediu para eu fazer as contas. Era verdade a menstruação estava atrasada 5 dias. Tinha um teste em casa e fiz. Nem queria acreditar deu positivo. Um milagre acabava de acontecer e eu estava radiante, estávamos os dois radiantes surpresos mas com medo. No dia seguinte liguei ao meu médico para ter a certeza que o teste era mesmo real e ele confirmou que sim. O nosso sonho começou ali sem tratamentos, sem nada e sem contarmos mesmo. Seguisse uma gravidez com alguns percalços, um pequeno descolamento da placenta, um acidente de viação, algumas dores, alguns enjoos mas sempre tudo mágico. O primeiro pontapé, senti-la a mexer, quando soubemos só final de 5 meses que íamos ter uma menina. Foi tudo tão lindo. Até o parto correu muito bem. Teve que ser cesariana porque a Maria Carolina estava sentada. Foi aí no parto que tudo mudou. A minha bebé estava aqui comigo e as minhas fragilidades vieram ao de cima. Logo quando nasceu foi descoberto que tinha displasia da anca e que teria que usar um aparelho. Teve que ir para as luzes por precaução e 5 dias após o seu nascimento estava com o aparelho. Custava muito ver a nossa menina assim. Com as emoções todas ao rubro, com os baby blues, fui-me abaixo e tive uma depressão pós parto. Com a ajuda do meu obstetra, da médica de família e da psicóloga consegui ultrapassar tudo mas não foi fácil. Até a pediatra da Maria Carolina me ajudou com os seus mais puros conselhos. Ao logo dos meses fui melhorando e tudo acabou por ficar bem, sem medicação, com muita força de vontade e com a ajuda imprescindível da minha família e dos profissionais de saúde. Não foi fácil mas consegui. A Maria Carolina tirou o aparelho 3 meses após o nascimento, depois usou uma espécie de fralda com uma tala no meio e no Natal já não usava nada. Teve alta quando começou a andar, finalmente está etapa estava concluída. Eu também tive alta no final de 2018. Estava a recuperar bem e a minha filha ajudou-me a encarar o mundo de outra forma.
A Maria Carolina veio dar ainda mais cor às nossas vidas e somos tão felizes com ela. Ela é o nosso pequeno milagre e o sorriso dela desde o primeiro minuto veio alegrar e dar amor à nossa vida.
Espero com este texto poder ajudar muitos pais, muitas mães, muitas famílias. Sim os milagres acontecem.

Deixei-vos as partes que mais gostei a negrito ao longo do seu texto, uma imagem emocionante, uma imagem demasiado tocante como todo o seu texto. Posso dizer-vos que não esperava ficar tão tocada como fiquei, fiquei de lágrimas nos olhos. Adorei o texto e uma vez mais tenho de agradecer á Joana por ter aceite este desafio, de falar de algo que nunca tinha falado, de contar a sua história. E vocês qual é a parte que mais gostam ?

Se quiserem participar também é só enviar um mail para : mediamondblogger15@gmail.com . Beijinhos e até amanhã